quarta-feira, 28 de abril de 2010

Florinha na janelinha



Florinha na janelinha
Lá na minha aldeia,
havia uma casinha velhinha,
mesmo defronte da minha,
onde uma menininha,
logo de manhãzinha,
aparecia à janelinha;
com um rosto bonitinho,
e um lindo sorrisinho,
pronta, logo me dizia,
- bom dia,
Quando eu era um menininho.



Os anos passaram,
a idade avançou.
A casa derrubou,
a janela acabou.









Hoje, a menininha é velhinha;
naquele lugar, na janelinha,
está lá uma florinha,
que a colocou um irmão meu,
foi um presente que me deu.













Florinha na janelinha
Lá na minha aldeia,
havia uma casinha velhinha,
mesmo defronte da minha,
onde uma menininha,
logo de manhãzinha,
aparecia à janelinha;
com um rosto bonitinho,
e um lindo sorrisinho,
pronta, logo me dizia,
- bom dia,
Quando eu era um menininho.
Os anos passaram,
a idade avançou.
A casa derrubou,
a janela acabou.
Hoje, a menina é velhinha;
naquele lugar, na janelinha,
está lá uma florinha,
que a colocou um irmão meu,
foi um presente que me deu.
majosilveiro




2 comentários:

  1. Olá Dª Beatriz Tanezini; Eu adorei, adorei mesmo porque a senhora adorou. Muito obrigado pela apreciação e pela visita.

    ResponderEliminar